×
Home Coronavírus Governo Secretarias Municipais Unidades de Saúde Unidades de Ensino Unidades de Assistência Social IBASMA Subprefeituras Cidade História Dados Gerais Turismo 160 Anos Notícias Portal da Transparência Serviços IPTU / TAXAS ISS ONLINE ISS ONLINE (ATUALIZADO) REGIN UFISA Mapas Legislação CONSULTA PROCESSO E-SIC CONTRA CHEQUE Contato

Notícias - Secretaria de Estado de Turismo traz para Araruama o Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro
09/12/2019
Secretaria de Estado de Turismo traz para Araruama o Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro

A Secretaria de Estado de Turismo, através do Programa de Artesanato do Rio de Janeiro e o Município de Araruama, convidam os artesãos locais para se inscreverem no programa nos dias 16 e 17 de dezembro (segunda e terça-feira), na Casa de Cultura de Araruama, na Alameda Manoel Bragança, nº148, Centro, ao lado da Paróquia de São Sebastião. 

Programação: 

10 horas: palestra 

Após a palestra, daremos início ao cadastramento por ordem de chegada. 

O artesão deverá levar: 

  • uma foto 3 x 4; 

  • cópias do comprovante de residência, CPF e RG; 

  • produtos finalizados; (podem ser cadastrados até três técnicas diferentes); 

  • uma peça de cada técnica inacabada para finalização no local; 

O artesão que não levar alguns desses itens não poderá ser atendido. 

Lembrando que o Programa de Artesanato do Rio de Janeiro segue as diretrizes do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), do Governo Federal. O artesão deverá ler a base conceitual para saber se o seu trabalho se encaixa na normatização. 

A finalidade do PAB é coordenar e desenvolver atividades que visem valorizar o artesão brasileiro, elevando o seu nível cultural, profissional, social e econômico, além de desenvolver e promover o artesanato e a empresa artesanal. Nesse sentido, são desenvolvidas ações voltadas à geração de oportunidades de trabalho e renda, o aproveitamento das vocações regionais, a preservação das culturas locais, a formação de uma mentalidade empreendedora e a capacitação de artesãos para o mercado competitivo, promovendo a profissionalização e a comercialização dos produtos artesanais brasileiros. 

As ações do Programa possibilitam a consolidação do artesanato brasileiro enquanto setor econômico de forte impacto no desenvolvimento das comunidades, a partir da consideração de que a atividade é disseminada em todo território nacional, possuindo variações e características peculiares conforme o ambiente e a cultura regional. 

O PAB é responsável pela elaboração de políticas públicas em nível nacional. Para tanto, conta com a parceria das Coordenações Estaduais de Artesanato, unidades responsáveis pela intervenção e execução das atividades de desenvolvimento do segmento. 

O artesão que se inscreveu antes de 2015 precisa atualizar seus dados levando a documentação necessária.